20/10/2014

O ÚLTIMO VOO DA TARTARUGA n'A BRUXA TEATRO, Évora | 23, 24 e 25 Outubro

O espectáculo estreado em 2012 chega agora a Évora: O Último Voo da Tartaruga, com Francisco Campos e Catarina Caetano. De 23 a 25 de Outubro, às 21H30, na BRUXA TEATRO. Quem ainda não viu? Façam as vossas reservas através de 266 747 047 ou abruxatatro@gmail.com


 



// A tartaruga é centenária, mas está na meia-idade. É normal para uma tartaruga gigante. Está tudo bem, exames à próstata e tudo. Está bem e inspirada. A outra, a fêmea, disponível. É jovem e tem os ovários sãos. Certificados pela equipa veterinária. Passa o dia a ruminar, porque agora desde que se tornou numa cobaia da ciência, já não tem que procurar alimento. A corte começa com os habituais gestos e afirmações de potência e virilidade. Mas é um processo demorado e burocrático. Um lento e complexo ritual. Cada detalhe conta: a firmeza do pescoço, a espuma branca que jorra dos cantos da boca a cada resfolegada, a dança pesada dos cascos patudos... de repente toca o telemóvel do tratador. É uma mensagem. Tem um familiar no hospital, não interessa quem... ok, a mulher está aumentar os peitos, satisfeito? Ele, sim. A tartaruga distrai-se com a comunicação. Desinteressa-se da fêmea que volta à ruminação. A espécie está condenada desta vez. Talvez amanhã haja mais porque os ovários dela são coisa de muita precisão.

Texto | Francisco Campos Interpretação | Francisco Campos, Catarina Caetano Espaço Cénico | Nuno Borda d’Água Desenho Luz | Nuno Patinho Operação Técnica | António Costa Apoio à criação | Sara Graça Grafismo | Miguel Rocha Vídeo | Rodolfo Pimenta Produção | Sandra Coelho Co-produção | Projecto Ruínas - O Espaço do Tempo Apoios | Câmara Municipal de Montemor-o-Novo - Direcção Regional de Cultura do Alentejo Fundação Eugénio de Almeida - Oficinas do Convento Ano | 2012

Sem comentários: