16/10/2013

"Sermão de Santo António aos Peixes" de Trigo Limpo / ACERT no Cine-Teatro Curvo Semedo, 16 Outubro | Festival de Teatro de Montemor-o-Novo


Hoje, integrado no Festival de Teatro de Montemor-o-Novo, acolhemos a companhia Trigo Limpo / ACERT, com o espectáculo "Sermão de Santo António aos Peixes". O espectáculo tem início às 21H30 no Cine-Teatro Curvo Semedo. Informações e reservas: festivalteatromontemor13@gmail.com.


“Peixes, a primeira coisa que me desedifica de vós é que vos comeis uns aos outros.Não só vos comeis uns aos outros senão que os grandes comem os pequenos.Se fora pelo contrário, era menos mal. Se os pequenos comeram os grandes, bastara um grande para muitos pequenos; mas como os grandes comem os pequenos, não bastam cem pequenos, nem mil, para um só grande."

O  “Sermão de Santo António aos peixes” foi proferido pelo Padre António Vieira em 1654 mas mantém ainda toda a actualidade. A crítica que o autor faz ao ser humano através da alegoria dos peixes é tão notável e acutilante que, infelizmente, continua a fazer todo o sentido.
No espetáculo do Trigo Limpo teatro ACERT um casal de sem-abrigo dá voz ao texto do Sermão. Principalmente ele, uma vez que de cada vez que ela tenta falar se vê impossibilitada de o fazer.
O casal acorda frente ao público e paralelamente ao ritual diário, mínimo no caso deles, vai proferindo as palavras do Sermão, como se da sua verdade se tratasse. De exemplo em exemplo desferem a sua raiva e encontram as razões da sua miséria. Ironizam sobre a sua situação através da situação actual de toda a humanidade, perdão, através do louvor das virtudes e da repreensão dos vícios, não dos homens mas dos peixes… 

Sem comentários: